Desenhos não aprovados

mascote 1 logomarca loja virtual 72d 02

então né… é difícil ser natural e comercial ao mesmo tempo…. mas eu curto muito ser natural, então, dá licença aí haters, porque aqui vai um desabafo.

Logomarca: ô trampo complicado. Ok, eu adoooro quando tem job de logomarca. Faço com o maior carinho e felicidade, no silêncio sepulcral do meu – quando possível – home office. Me coloco no lugar dos clientes fofos que pedem o esquema. Tem gente que pede uódoborogodó, so funny. Dou risada às vezes com as idéias – mas calma, clientes amados, é uma risada com carinho. E aí, tento deixar azidéia maluca com um tempero mais comercial.

Mãas… nem sempre cola. O cliente insiste em ter razão, que coisa, não? Então tá, senta a bunda na cadeira, encurva as costas, e mais horas na prancheta. Mais cento e duzentas opções de desenhos… Tento esquecer que o job foi pago apenas 1 vez… por um preço baratenho… poxa, poderia ter cobrado pelo menos umas 2 vezes, né? Mas eu gostcho de ver o meu povo feliz!

Bom, resumindo o desabafo (atenção povo chato da internê: desabafo é diferente de reclamación), lerê lerê até o cliente gostar!

E baideuei… o desenho acima é um desses casos hehe. A cliente é fofa, mas não estamos chegando num acordo desenhístico. Então, fellows, a menina simpática acima acabou de ir pro limbo cinza dos desenhos não aprovados. Dead!

al trabajo, macacada

madrinha1 rascunho para blog 202172
rascunho para ilustra das madrinhas de casamento de uma noiva mucho fofa

E a missão de hoje é conciliar cento e duzentos desenhos entre uma porrada de coisas do dia-a-dia, inclusive coisas porre de escritório e pagamentos e boletos que não param de chegar, meudels! Genteeam, mas o que é wilson…. tudo na maior crise e as contas só sobem…. a Nete, a luz, o aluguel da lodjinha (OH SHIT) , a couve, o pepino, a brusinha, o estacionamento do shopps… o frango… Senhor dos microempresários, me ajude, o final de ano está chegando junto com o décimo-terceiro da galera aqui. Comprem desenhos, minha gente! hehe! Farei com carinho, amor e agilidade. Al trabajo macacada, que hoje só amanhã, como diz o phodástico Macaco Simão.

Ah sim, sobre o rascunho acima, uma de nossas noivas vai presentear suas madrinhas com uma ilustração especial, e já comecei a fazer alguns rascunhos, só falta mais um milhão. Rs.

A verdade cruel

clientes fofos... só que not!
clientes fofos… só que not!

Então…. Me falam que eu não posso contar certos happenings do dia-a-dia na minha empresa…. Porque queima o filme, e talz… Porque dilui a imagem “fofa” e “flexível” da empresa…. e principalmente porque os clientes não podem saber que a gente se irrita e perde a paciênça, afinal, somos fofas & meigas & gracinhas, e praticamente um penico de noivas e noivos mimados. Etc etc e mimimi.

Anyway, tenho reparado que os clientes ultimamente andam muito cheios de si. E também agressivos… e bem irritadinhos. Pra não falar mimados.

“me dá desconto”; “eu pago seu salário”; “me atende às 9 e meia da noite”; “que absurdo, não vou pagar isso”; “esse negócio vai pro lixo de qualquer jeito”, “como assim, não tem café?” são algumas pérolas que ando escutando entra mês e sai mês. Senhor pai, haja paciência. Haja amor ao negócio.

Continue reading